Me deu medo!

Hoje andei por aí com a sensação de que já vi este filme antes!!! Um dia, num momento muito distante, eu já senti este mesmo friozinho!!! Um dia lá atrás, num passado remoto e esquecido, senti este mesmo vazio!
Se fechasse os olhos, podia jurar que estava lá, no meu quarto, na casa dos meus pais… sentindo este mesmo friozinho, esta mesma melancolia… deu até medo de abrir os olhos e já não ser o eu de agora… de ser eu pequeno… e de estar de novo na casa dos meus pais!!! Me deu medo de ter que viver tudo de novo até chegar aqui novamente! Me deu medo de tomar decisões diferentes que não me levassem a estar aqui e agora!
Me deu medo de já não estar aqui e agora!
Me deu medo!

12 horas ao certo!!!

Tenho um irmão que mora longe… muito longe mesmo!!! 12 horas ao certo!!!
E lá deste lugar longínquo ele de vez enquando dá sinal de vida e me diz que do jeito que vai… tem mais medo do final do mês do que do final do mundo!!! Se pudesse, não riria meu brother, te buscaria de volta e daria um jeito de te mostrar vida digna por aqui!!!
Se lembra daquele tempo? Riso fácil e sem futuro? Muita coisa já passou meu camarada, muita água e muita bobagem já rolou por aqui e hoje, depois de anos, estamos em outra… agora já somos pais, responsáveis por uma família, menos do que desejava… pelo menos, creio que poderia ser muito mais e melhor… mas a vida é assim… as vezes por cima e as vezes por baixo!!!:(
Olhando no mapa aqui do lado… neste blog… pensei que, é quase impossível imaginar tanta gente num pontinho tão pequeno!!! Aí não cabe você e nem este coração bom… esta ilha é muito pequena!!!
Talvez as pessoas te conheçam, te cumprimentem, joguem bola, mas creia, nem mesmo seus filhos vão saber quem é este cara aí, as bagunças, as brincadeiras inocentes, assim como percebo que não me conhecem por aqui. Hoje sou só o pai, o chefe, alguém distante de todos, mais distante do que você meu brother, que agora mora longe… muito longe mesmo!!! 12 horas ao certo!!!

Um conselho em cima do outro.

Esta vida é uma viagem e como dizia uma amiga muito otimista: Não pense em apenas viver e acabar bem e bonitão, mas tente se ferrar também… é bom conhecer o lado difícil… ouse falhar… e fracassar, pois a vida é isso.. pra ser vivida ao máximo! Se não passar pela derrota… como saborear a vitória?

Se eu pudesse dar um recado para os meus filhos, seria este: Não tenham medo… Arrisquem! A vida é para isso… não tenham medo de se ferrar bastante, pois depois de tudo há de valer a pena!!! Livrem-se da prisão do medo, algo muito forte em nossa família e surfem, abram negócios, criem oportunidades e se der tudo errado… comecem de novo e acima de tudo, sejam honestos e humanos, mas se defendam e se coloquem em primeiro lugar e só depois pensem em ajudar os outros, o caminho contrário é perigoso e quase sempre dá errado.

Muitas vezes eu tenho ficado irritado e até xingado bastante em várias situações desconfortáveis, mas mesmo assim… irritado, ou não… desgostoso, ou feliz, confesso não me arrepender, pois não faria nada diferente! E se Deus me der saúde para continuar, ainda vou criar muitas maluquices!!!

*Cabe aqui uma observação para os meus filhos, já que os citei: Mesmo evitando ao máximo os palavrões, pois eles não têm me dado muito apoio e nem carisma, ainda assim os busco como, pelo menos, válvula de escape… mas não aconselho começá-los.. pois são imediatamente viciantes!!!:)

E se amanhã eu xingar, ou chorar, não se incomode tanto assim, porque sei que depois de amanhã, provavelmente estarei sorrindo!!!

E para fechar este sentimento de que todos do mundo ficarão bem, segue este videozinho do Mulheres Negras, com Maurício Pereira e André Abujanra, fiho do Abujanra, de quem retirei copiosamente alguns pensamentos] É isso… Um abraço, beijo e Glub!:P:

… posso estar perdendo esta luta… meu corpo dá sinais claros de que a batalha é mais pesada do que eu imaginava… quero correr… fugir disto… este não sou eu… logo eu que odeio o indefinido, o inimigo oculto… definitivamente!!!… sou forte… sei disso… não tenho muitos medos e nem fraquezas… acredite… mas esta tal de diabetes veio para me desafiar e me intimidar… maldito inimigo invisível que já me levou um dente… sem nem mesmo dar um soco…

– Calma lá vagabundo…

Nesta idade, talvez me falte um pouco de sinceridade e outro tanto de dinheiro, mas não me falta o desejo de acertar, ou de querer acertar… melhor dizendo… mas como a intenção ainda é maior que a ação… fico assim… a beira da insatisfação e da reclamação, pois de boas intenções o inferno tá cheio!!!

Minhas queixas não são para você, nem de você, mas para a minha equipe inteira que parece estar fazendo corpo mole… ou anda pensando na vida!

– Calma lá vagabundo… eu não estou falando da sua má vontade comigo e nem daqueles tantos outros…

Não… eu não tô falando de ninguém que você tenha visto por aí, pois a equipe da qual me refiro é invisível… pois é… sabe aquela reza a noite, nas horas difíceis, no jogo da megasena acumulada e raras vezes em momentos de pura alegria e realização? Para mim é um monte de gente, mesmo… e lotam um estádio!:P

Como assim? Você pensa em Deus nesta horas, não é mesmo? Eu também!!!… mas para me deixar mais feliz, mais pilhado… eu penso que  junto com Ele tem uma galera trabalhando… e trabalhando pra caramba!!! Da próxima vez que rezar, imagina um estádio lotado… é muito mais LOKO!!!rsrsrs

Pega seu megafone e grite para esta multidão: – Vamos lá galera!!! Não desistam de mim e me ajudem nas minhas idéias malucas… tô precisado demais!!!rsrsrs

Tudo misturado no parque maluco!!!

Engraçado que, um dia, eu conheci um cara que parecia não ter sentimentos e até pensei: Este maluco é feito de tijolo? Emoção zero, medo nenhum… um descrente amalucado??!!!

Se você já passou por isto, não se engane… pode crer que não é bem assim, pois somos todos humanos, receosos e temerosos… pois mesmo que uns aparentem pouco, todos carregamos uma tal de massa cefálica cheia de emoções e registros dos mais diversos lugares e tempos… impossível negar!

Sei que, mesmo que pra desafiar a realidade, ou se autopreservar, uns agem como robôs, ou bestas, mas ainda assim… creia… tem um ser humano dentro do “jagunço”.

Em certo momento, há uma palavra, uma situação, um tipo de acontecimento que desperta aquela campainha dentro da cabeça do “cabrobró” e o faz retornar ao que ele realmente é… uma criação divina!

Sinto que estamos em um momento, de aglomeração. Pessoas carregadas dos sentimentos humanitários mais puros, aos mais melequentos e rastejantes possíveis! E ninguém se entende! Gente sensível demais convivendo com gente sensível de menos! Talvez haja, no futuro, uma explicação clara sobre isso e este tempo doido, mas por enquanto vou por aí, passando de portal em portal e em cada 100m vivenciando uma experiência diferente! É como estar em um parque de diversões, com a vantagem de não ter que pagar nada por isso… ou não também… no caso de ser uma vítima deste Parque Maluco!!!;P

Biografias.

Fui assistir ao filme do Chico Xavier e… gostei! Meu pai, quando era vivo, foi até Minas vê-lo.. ele disse que foi um belo encontro, emocionante! Creio que deva ter sido mesmo, pois parecia ser uma boa pessoa!

Estas biografias devem ser contadas assim, deste jeito, sem grandes cenas fantásticas e hollywoodianas… mas realistas, discretas… como foi o caso deste filme!

Não viajei no lado espiritual e invisível, mas na matéria… a dor carnal e seus desafios. Lembrei de pessoas queridas que já se foram e suas histórias e o quanto interessantes, falhas, humanas e por isto, fantásticas elas foram!

Lembrei de um tio que contava histórias muito bem e de seu sorriso sempre fácil, mas ao mesmo tempo, o quanto miserável e humilhado ele passou por este nosso planeta. Lembrei de outro tio, que ganhou na loteria e que, talvez por descuido, terminou em tamanha dificuldade financeira. De outro ainda, que com seu espírito altivo, viveu tão equilibrado, dono de si, até o final.

Confesso ser um apreciador de biografias, as vezes até mais do que a própria história contada!!!

Gosto das estratégias, me imagino na situação, nas superações dos desafios, ou as deselegantes escorregadas, em muitos casos… quase constantes, no decorrer de suas histórias. Penso se teria feito igual, ou pior!!!?

Algumas vezes apenas os observo, os assisto falecer, assim… sem luxo, ou sem graça, tão semelhantes aos personagens de suas criações… e do alto da minha total incapacidade de lhes estender a mão em socorro, em um simples ato de solidariedade, os imagino, todos eles: Machado de Assis, Carlos Drummond de Andrade, Henfil, Cazuza, Mamonas Assassinas, Abraham Lincoln, Einstein, Bussunda e o próprio Chico Xavier… o que será deles? O que diriam agora? Mudariam algo? Valeu, ou está valendo a pena?

Espero mesmo que sim… pois somos todos do bem! Mesmo que falhos… mas ainda e sempre do BEM!

Enfim… que nossas biografias, certas ou erradas,  tenham mais momentos dignos e felizes, lá no final!!!;)

Gelado!:(

Sinto frio! Os tempos frios nos faz voltar para dentro de nós mesmos e os assuntos se tornam mais introspectivos, melancólicos e rodeados de bebidas quentes e roupas grossas, quase um incômodo!

Aqui sentado diante de minha mesa, naveguei outros blogs, sites, vídeos e desenhos! Engraçado isso, ir tão longe, mas não sair do lugar!:P

Creio que se tivesse que estar lá pessoalmente, mesmo que teletransportado, não teria ido!!! Pessoalmente não estou muito legal, tenho até irmão achando que estou brigado! Prova disso que não fui [de novo!] em uma festinha de crianca, meu filhote foi sozinho com a mãe… tem gente pensando que meu filho não tem pai!

Acho que sou um péssimo pai e um marido… gelado!

H1N1???!!! Que pânico é esse? Que papo é esse?

Mas agora tem essa também? H1N1…Tomar vacina de uma tal de H1N1, ou não???!

Caraça não vejo esse pânico em países da Europa!? Tudo aqui é pânico e colaboração… todo mundo se enfia de cabeça… fim de mundo… desespero geral! Questionar uma merda desta ninguém quer??!!!

O “dotô mandô”!!!Bando de imbecis!!!

Só falta eu morrer desta porra!!! Mais uma merda pra encher o meu saco… ô lugar de bosta!!! 😡

De saco cheio… total e absolutamente!!!

Isso me faz lembrar quando teve um eclipse total há uns tempos atrás… no Brasil eram horas e horas… páginas e páginas de horror e Nostradamus na cabeça… na Europa, o destaque era uma mulher linda, com um negativo de foto virado para o sol, um sorriso maravilhoso e descontraído, apenas curtindo o momento… e advinha? O mundo não acabou!!! Aqui estamos do mesmo jeito e nada aconteceu! Eles curtiram… e a gente? Ficamos debaixo da cama rezando, esperando amedrontados o mundo acabar… que saco!!!

Até quando isso?:(

Sinceramente quer tomar toma… senão é isso aí… vai pisando!!!