Vida simples!

Admiro as coisas simples, mas será que saberia viver na simplicidade? E você saberia?
Esquecer seus desejos de consumo, seus passeios, viagens, carros, roupas e restaurantes?
Mesmo que hoje não viva isso plenamente, você saberia não querer mais isto? Abriria mão de primeira, ou pensaria um pouco?
Seria justo não querer as novidades tecnológicas? Não seria dar um passo para trás? E se deixássemos de querer carros, celulares, tvs, computadores melhores… como estaríamos nos dias de hoje? Estaríamos expondo nossos pensamentos e compartilhando idéias? Saberíamos tudo o que sabemos? No contrário ainda estaríamos andando em um planeta de noites escuras e silenciosas.
Falam de preservação, acho justo, temem o fim, mesmo sendo ele óbvio e certo… mas veja… é preciso continuar!
Sejamos simples, mas não sejamos otários, afinal, simplicidade não é alienação e nem ignorância.
Tive um sonho e ele me mostrava máquinas que voavam em um mundo extremamente evoluído tecnológicamente, numa cidade populosa mas dentro de uma floresta e em plena harmonia com os animais e as árvores!!!
Como conseguir o ponto certo? Será que chegar no fundo do poço é a maneira mais correta de se achar o caminho de volta, ou o acertado?
Educação, trabalho, relacionamento, tecnologia, sociedade em harmonia são os melhores alvos dos políticos em época de eleição, mesmo nem sabendo, em grande parte, o que estão realmente prometendo, pois todos sabemos que podem ser melhores… sempre… mas o ideal e atingível… nem sempre!!!
Ainda admiro a vida simples, mas creio e faço votos de que ela não seja mesmo uma enchada na mão como uma forma de sustento, mas como um valioso e querido hobby no final da tarde.

Anúncios

Uma resposta para “Vida simples!

  1. Peraí, simplicidade não quer dizer pobreza, eu gosto das coisas simples da vida, mas também gosto de conforto, em alguns dias prefiro pedalar a dirigir, em outros vou de onibus.
    Entre a praia na zona sul do Rio, prefiro por mais duas horas pegar um barco e ir a uma ilha, bater papo com pescadores.
    Entre shopping e um passeio ao ar livre fico com a segunda opção.
    Ao inves de ir a uma balada com os amigos prefiro recebe-los em casa, errar a receita do jantar, rir muito e no final pedir pizza.
    Acho que simplicidade é isso, dar valor a estar em ambientes com afeto, cultivar afeto e não apenas expor e curtir os luxos da vida, sentir o valor da vida em meio a natureza, perceber que nós humanos não somos os personagens principais nesse mundão, somos parte insignificante dele.
    Acho que se eu ficar sem celular, pc e internet enlouqueço.
    Fica bem,
    Beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s