Falando sozinho

Amor ao próximo, fraternidade, respeito, esperança, alegria e carinho não se compram e nem se medem, mas não se esqueça de andar com um pouquinho no bolso quando sair por aí… as crianças podem estar vendo!
Não parecem bons valores aos olhos, nem valiosos aos bancos… não parecem nada… mas fazem diferença!
Não que eu seja um doce e tenha muito o que ensinar… não mesmo!!!
Hoje represento a minoria, o mais fraco, o mais pobre, manco e analfabeto.
Velho desdentado, sem dinheiro, de roupa amarrotada, suja e fedida.
Hoje eu lamento por eles… hoje lamento por ser o mais fraco, desequilibrado, asqueroso e dos que andam a esmo.
Minha falta de educação e informalidade me aproximam dos ignorantes e atrasados, aqueles que falam sozinho e riem de boca aberta e escancarada!!!
Hoje me envergonho de ser só isso e fujo, como já havia feito tantas outra vezes quando era apenas eu.
Só sei que preferia que seu porto seguro fosse outro, menos sujo, menos vazio… e tão sem poder.
Hoje não tenho nada a te oferecer… nem mesmo uma água de lodo… mas passa amanhã… quem sabe?!
Me sinto vencido… lamentando os que morreram, enlouqueceram e se entregaram por esta causa tão fora de moda!!!
Aos que apenas enxergam esta peça e nada mais… lamento… sinto muito!
Vossa Alteza… perdão… não dê crédito…apenas falo sozinho!

Anúncios

Uma resposta para “Falando sozinho

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s