Uns fazem graça…

Traquitanas e parafernálias, pulos, saltos, giros e confusão. Bate, pragueja e se enrosca.
Nunca o tente impedir, pois nada o detêm.
Carro que explode e gente que não acaba mais a sair correndo.
Suas cores vibrantes e voz de taquara rachada chamam, falam, mas no fundo não quer dizer nada.
Eu só vejo graça… e das boas, mas tem que se envolver, se soltar… aí a coisa flui.
As crianças se hipnotizam, os adultos riem, principalmente se estiverem acompanhadas de crianças… aí a coisa flui mesmo!
E se eu tivesse que estar no lugar dele? Complicado… sem graça demais.
O cantor canta, o vendedor vende…
O meu papel é o de rir… e isso eu faço bem… deixa assim mesmo e “simbora” rir dele… “simbora” correr atrás deste cara.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s