Salve o Rei! Salve-se quem puder!!!

Quantas derrotas o espera até a Glória?
Luta todos os dias, de sol a sol… e ela nem dá bola.
Ela é dele, isso é certo… mas será para agora?
Assim como um herói de um livro, ele não perde o objetivo.
Já lhe arrancaram o cavalo e o brilho da armadura, mas ele continua.
Tão perto de perder a dignidade e a sanidade, mas ele não desiste.
Pobre cavaleiro andante, pobre homem alucinado e determinado.
Tão próximo de alcançar seu objetivo… tão perto de desistir.

Hoje algo nele desmoronou, mas acredite, não foi seu caráter… nem sua esperança
Hoje desmoronou o desejo de continuar assim, da mesma maneira, do mesmo jeito… no mesmo erro!
Hoje a chuva não levou apenas as casas e bens materiais…
E o vento não trouxe apenas o frio.. mas um ar renovado!
Retirou o cheiro de mofo e o ranço dos pulmões!!!
Pés no chão e ainda mais no barato…
Ainda mais ligado, com os pés bem no chão e muito no barato!
Salve o Rei! Salve-se quem puder!!!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s