Tão bobinho…

Vôo leve e colorido!
Tão discreta… pousou no meu monitor!!!
Parecia tão cansada e inocente… tão linda!!!
Não sabia que a observava, não sabia de minhas dores e dificuldades, nem da minha grande felicidade em recebê-la.
Por impulso estiquei minha mão em sua direção, exatamente como sempre fazia, quando pequeno.
Ela me aceitou… assim que subiu em minha mão!
Relembrei daquele menino, naquele jardim, com aquelas pessoas queridas… feliz!
E assim… cúmplices… ficamos nos observando!
Eu um menino de olhos grandes e brilhantes… ela, a Paz.
O bruto, o arrogante, o velho, o corajoso… deu espaço à pureza, ao inocente… ao bobinho!!!
Ali, o gigante doce e a pequena silenciosa…
Não me falou de Amor…
Não me falou de um Protetor Supremo…
Nem de uma Luz Especial.
Não disse sobre o quanto estava feliz em me conhecer…
Mas sua visita me deixou assim… grato pela beleza gratuita,
Sai da minha armadura… me desarmei depois de anos!!!

Seu vôo aconteceu no meio do jardim, para sempre… obrigado… Adeus!!!

Anúncios

4 Respostas para “Tão bobinho…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s